Página Inicial Data de criação : 09/08/26 Última actualização : 14/01/03 16:11 / 12 Artigos publicados

Trajetória de vida

Getúlio Vargas- Era Vargas;  (Trajetória de vida) Inserido Thursday 27 August 2009 22:31

Blogue de getuliovargas :Getúlio Vargas, Getúlio Vargas- Era Vargas;

 Brasil: do fim do Estado Novo ao segundo governo Vargas;

A aliança Basil-Estados Unidos: o fim do Estado Novo;

NOTA: as palavras sublinhadas possuem seus significados em uma página separada pelo grupo, reservada especialmente para aqueles que possuem dificuldade em entender tal palavra.

Quando os nazistas tomaram grande parte da Europa Ocidental, na primeira metade de 1940, vários escalões do governo Vargas manifestaram simpatias pelo sistema alemão. Viam o nacionalismo expansionista germânico como um modelo adequado ao Brasil, capaz de diminuir a nossa dependência econônica em relação, principalmente, aos E.U.A.

O próprio presidente Vargas, que sempre soube manter-se eqüidistante dos lados em confronto na política internacional, fez um discurso, em junho de 1940, interpretado por muitos como enaltecedor dos fascismos. Na verdade, a fala de Vargas era muito mais de caráter nacionalista do que de dimpatizante dos fascismos. É bom lembrar que a atuação dos nazistas foi perseguida nos estados do Sul, onde a forte colônia germânica aceitava a orientação da Alemanha.

Foi nessa época que os E.U.A, percebendo que a sua participação na guerra era inevitável, expandiu, sob a presidência de Franklin Delano Roosevelt, a chamada Política de Boa Vizinhança, isto é, uma amistosa aproximção com a América Latina. O Brasil desempenhou um importante papel nessa política de aproximação por estar estrategicamente localizado no Atlântico Sul e por possuir matérias-primas básicas para a indústria bélica.

Para garantir a permanência do Brasil ao lado dos Estados Unidos, os americanos fizeram uma verdadeira guerra de propaganda em nosso país. Trouxeram famosos artistas de Hollywood, Walt Disney criou a conhecida personagem Zé Carioca, ouviram-se vários programas de rádio feitos no Estados Unidos. O Brasil começava a se americanizar.

Os E.U.A  queriam manter o Nrasil ao seu lado apenas pelas razões vistas, mas também por que o Sul do país, com colonização de alemães e italianos, via com certa simpatia o fascismo e o nazismo, o que facilitava a atuação de agentes do governo nazista em nosso país.

Getúlio Vargas não tomava partido de nenhum dos lados do conflito, pois esperava financiamento para a instalação de uma nova usina siderúrgica, a atuação ficou mais clara quando os E.U.A entraram na guerra: o Brasil passou a apoiar as posiçóes americanas, colocando- se contra o Eixo

 

Link permanente

abrir barra
Fechar barra

Deve estar conectado/a para escrever uma mensagem getuliovargas

Deve estar conectado/a para adicionar getuliovargas os seus amigos

 
Criar um Blog